Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

quando eu alcancei a liberdade

Diferenciado
vencendo o domingo
lembranças de sábado
todos diziam
estamos junto contigo
o certo é ser mentira esta ligação
sobrava a mim superar
ergo-me do chão
sem usar as mãos
sozinho sem sua ajuda
mantive afastada de mim
desisti da luta
vou lhe contar um segredo
hoje é o ultimo capitulo da novela
vou te esperar em casa
luz de velas
serei diferente
detalhado
do jeitinho como me trata
dê-me desprezo
torne mais simples
a decisão tomada
o que há de ser feito
não pode esperar por nada
começamos errados
nada foi como se sonhava
perfeito
já consigo me afastar
peço a ti ajuda
para me isolar
o redemoinho gira para os dois lados
não quer me largar
faz pressão psicológica
com a palavra amar
pulei o muro da prisão perpétua
beijei o rosto do vento
nunca mais vou voltar
pra dentro.
Marco Cardoso
Enviado por Marco Cardoso em 25/04/2006
Código do texto: T145168
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1601 textos (34630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:05)
Marco Cardoso