Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Sonho da Agonia

O ser que a agente sente consente o eu recente presente
A dominar não o lar a conquistar mais o mar a desaguar
E sempre amar a navegar ideais sonhos horizontes.

E mentes que nem sementes proliferam na ida vida lida
Que garoto sonhou acordou a luz apagou horror terror
Consome o furor e me leva para o além ente do amar por enxergar.

Naveguei remei amei serei terno eterno grato a atos reatos
Matos estradas ladeiras barreiras beira fim escorregadio barro pedra pó
Parada agonia caminhada novamente dirigia o guia do nunca mais jamais.

E nova travessia tremor repetia buscar alimentação saúde educação
Foi de coração a sempre ação da minha iluminada criação e formação.

Julio Sergio
Recife-PE.
(21.05.00)
Julio Sergio
Enviado por Julio Sergio em 03/06/2006
Reeditado em 26/07/2009
Código do texto: T168964
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (J). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Sergio
Recife - Pernambuco - Brasil, 61 anos
522 textos (121035 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:27)
Julio Sergio

Site do Escritor