Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ciranda da alma

Deixe-me em mim, a sos com a minha alma
perambulando no rio de minhas velhas veias
Há tanto a explorar dentro de quem se ama,
Não hesito perder6me nas dulcíssimas teias!

Minha alma missionária almeja discernir
o tudo na iniqüidade  do meu nada ser,
caminhante peleja o infinito prosseguir,
rindo entre soluços para um dia crescer,

Busca trocar nos tempos as suas peles
Pela sensibilidade incabível na treva,
enquanto repele a luz quaisquer males
toda a verdade em ação a luz me eleva,

Ciranda de longe, amanhas futurecendo,
Esta alma e sedenta clama aprovação
Dos Mistérios do balsamo enflorescido,
E estações perambula movida a adoração

Barquinhos chegarão, outros partirão
Sabe so Deus qual chega e qual parte,
na ciranda de lidas que tanto se reparte,
aos céus idos e vindos, os bons tornarão!
 
Grenoble-Fr-04/06/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 04/06/2006
Código do texto: T169237
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:57)
Inês Marucci