Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As arvores choram

 AS ARVORES CHORAM LÁGRIMAS DE SANGUE QUANDO VÊ O FOGO
 E O HOMEM COM A TOCHA NA MÃO QUER DESTRUIR TUDO DE NOVO
 AS MATAS SOMEM NO AR INDEFESAS INOCENTES
 E COVARDE ROUBA O AR QUE POR DIREITO É DA GENTE

 ACORDA NAÇÃO VAMOS LUTAR CONTRA ESSE LOUCO FEROZ
 QUE NA AMBIÇÃO POR DINHEIRO ESQUECEM DE NÓIS
 
 O AR QUE OS AVÓS RESPIRAVAM NÃO RESPIRAMOS MAIS
 O QUE SERA DO MEU FILHO
 OU DOS FILHOS DOS FILHOS
 DOS FUTUROS PAIS.

 AGRADECENDO A ELE QUE MORREU ESTENDIDO NO CHÃO
 ESTAMPIDOS SERTEIROS PAROU O SEU CORAÇÃO
 CHICO MENDES A ONDE ESTIVER LUTE SEMPRE COM A GENTE
 POIS O SEU CORAÇÃO QUE PAROU VAI RESPIRAR LIVREMENTE

 ACORDA NAÇÃO VAMOS LUTAR CONTRA ESSE LOUCO FEROZ
 QUE NA AMBIÇÃO POR DINHEIRO ESQUECEM DE NÓIS.
     
     
Cilio Cruz
Enviado por Cilio Cruz em 04/07/2006
Reeditado em 16/03/2009
Código do texto: T187535
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cilio Cruz ( ciliocruz@hotmail.com)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cilio Cruz
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
55 textos (3054 leituras)
13 áudios (1650 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:01)
Cilio Cruz