Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma.


A boca seca, no peito a dor,
Os olhos tristes e lacrimosos,
Sente... O tempo se desprende,
Um espaço contínuo, resumido...

Aos poucos a alma se desloca do que era corpo,
Nada mais existe, um espectro em fusão,

De repente uma dança frenética,
Tempo em compasso com espaço em compasso com a alma,
Aos poucos um mundo se constrói,
Nada mais importa,
A liberdade toma conta...


 
Leo Magno Mauricio
Enviado por Leo Magno Mauricio em 24/08/2006
Código do texto: T224264
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Magno Mauricio
Guarulhos - São Paulo - Brasil
455 textos (14412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:58)
Leo Magno Mauricio