Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda Há Tempo

Já um tanto tarde
Um dia desses descobri
Que não estava só.

Já um tanto tarde
Percebi que inda era cedo
Pra uma sombra não achar
Perpendicular a indivíduos
Tantos que pululam
Sob a abóbada celeste.

E vi, ainda a tempo,
Tua meiga silhueta
A deslizar sob o sol,
A oferecer o teu refrigério
Ainda cedo,
Ainda a tempo...

Hoje, um tanto tarde,
Diante de tanto tempo
Recordo-me de ti.
Ainda cedo,
Ainda a tempo
De desejar-te paz,
Amor e muitas sombras
Para outros viajores.
Hoje, enquanto há tempo...
Robério Matos
Enviado por Robério Matos em 26/08/2006
Código do texto: T225710

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, link para a obra original (www.roberiomatos.com) e e-mail (roberio@natal.digi.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robério Matos
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 64 anos
73 textos (3372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:27)
Robério Matos