Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Imagem Do Meu Pai



A Imagem Do Meu Pai

Olho a tua imagem que o tempo transformou:
os cabelos tão branquinhos
a pele toda enrugada
uma postura arqueada
um andar lento, inseguro e incerto,
qual criança nos seus primeiros passos pra vida.
Estás cansado,
os dias te parecem longos e sem graça;
queres fazer tudo
mas estás limitado pela decreptude do teu corpo;
a tua mente esquecida,
a memória fraca, esvaída pelo tempo...
Olho a tua imagem agora,
vejo o meu futuro...
É a vida!
No teu olhar, a nostalgia e as dificuldades visuais.
Ai meu velho pai...!
Quantas lembranças me faz reviver agora...
Te recordo tão dinâmico, tão cheio de vida...
e te vejo alquebrado conversando com a morte ...
Falas de cada amanhecer como se fosse o derradeiro;
mergulhas no teu passado
buscando a felicidade,
a jovialidade, dos anos que se passaram.
Foram anos bem vividos,
tantos planos construidos...
Lembro da tua alegria
da forma como fazias
modificando a nossa casa,
construindo o nosso lar.
Como nos ensinou a vier!
Guardo bem a tua imagem:
altruista, enérgico, vaidoso...
muito simpático.
O teu andar era ágil, firme,
seguro como a tua palavra.
A tua fé em Deus
continua cada vez mais sólida.
Corajoso e sábio,
sempre foste o maior
de todos os heróis que já conheci.
Na arte de viver eras quase mestre.
Jamais conheci alguém tão otimista
e amigo tão leal!...
A tua sinceridade chega a assustar;
a tua honestidade é inimitável.
Hoje, a tristeza invade o meu coração
ao te ver assim
esperando um milagre que sei
não acontecerá.
Estás fraquinho,
pareces cansado da vida.
Sempre reflexivo
olhas triste para o tempo...
te sinto carente, inseguro, impotente
num mundo estranho, irreal, diferente;
o mundo das tuas lembranças,
dos teus sonhos,
dos teus desejos...
o mundo que é só teu.
Fugindo da vida como criança inocente,
te assustam as sombras
resurgem os medos
e, esperanças te fazem sonhar...
falas da morte
mas, desejas viver infinitamente...
Choras as saudades antecipadas...
lutas com garra diante da dor.
És um guerreiro!
Serás vencedor!
Como sempre encontrarás uma saída
seja na vida
ou na morte aparente,
estarás sempre presente
nas coisas que construistes,
nas lições que ensinaste,
nos corações que te amam,
nos herdeiros que deixaste.

                Claudenice Rosário
Claudenice Rosario
Enviado por Claudenice Rosario em 23/09/2006
Código do texto: T247148
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudenice Rosario
Alagoinhas - Bahia - Brasil
54 textos (4436 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:47)