Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS MEUS CASTELOS DE AREIA

Fiz castelos de areia, inda menina
Desenhei marés em águas vivas...
Naveguei sobre remos e rimas
Fiz dos barcos balouços
Sobre as ondas do mar
O meu berço natal...
Pintei o arco-íris colorido
Fiz nuvens brancas, bolas de sabão
Fiz das nuvens o meu véu
Desenhei órbitas no firmamento
Descrevi astros no meu céu
Fiz da espuma do mar, a renda
Fiz do Luar a lenda...
Segurei o cálice da amargura
Nas conchas do mar,  matei a secura
Bebi gota a gota,  o sabor a sal...
Sorvi, numa taça de cristal
Sonhei, sonhos cor de rosa...
Ainda criança, sem ver o mal
Bebi do jarro da vida
Gota a gota,  essa bebida...
Que enebria e embriaga
Perdi-me! Na dor da falsidade
Sonhei em vão! Sonhei demais!
Cai vencida, nas marés da vida
Fui em demanda dos meus Castelos de Areia
Sedenta deste sonho que me enleia,
Castelos desfeitos... na maré cheia...
Sedenta deste querer que me domina
Fui na procura do Palácio do Amor!
Os castelos ruiram na praia deserta...
A sinfonia do mar, minha alma desperta
Fui em procura dum mundo melhor!...
Fiz Castelos de Areia, ainda menina
Para quê? Se foi em vão, tudo o que sonhei!
Andarei par sempre, cumprindo a minha sina!


Maria José Fraqueza - Portugal


zezinha
Enviado por zezinha em 26/09/2006
Código do texto: T249792
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
zezinha
Portugal, 80 anos
90 textos (5500 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:57)
zezinha