Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Geadas ao amanhecer:


Inspirado no poema, chovendo na infância.
De Daniel Fiuza:

dei uma volta no passado
pra reviver minha infância
pelos campos onde nasci
e onde brinquei, em criança
vendo de perto a pobreza
corroendo minha esperança.

eu já não sou mais criança
mas não consegui esquecer
minha mãe brigando comigo
pra que eu parasse de correr
nos campos embranquecidos
pelas geadas ao amanhecer

na chuva eu não brincava
pra mamãe não se aborrecer
e não puxar nossas orelhas
pois jamais gostou de bater
só por isso eu lhe obedecia
sem, jamais parei de correr.

cresci e vim morar na cidade
deixei lá traz minha infância
tempos que não voltam mais
mas ainda tenho lembranças
que eu carrego, junto comigo.
pois foi esta a minha herança

vovonei

Balneario dos Prazers/08/10/06





Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 08/10/2006
Código do texto: T259458
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:28)
Volnei Rijo Braga