Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jardim de Infância




Do que a gente procurava na grama
Quando era criança
E o jardim infantil era selvagem

Do que a gente sempre encontrava
Nas tardes passadas
Brincadeiras e passagens
Por cima da grama
O jardim não acabava

Uma moedinha , uma tampinha de caneta
Ou uma perna de boneco quebrado

O papel de uma bala ou a haste de um pirulito amassada
As riquezas eram fáceis...

O jardim era a tarde aventurosa ,
Ah graminha !
O sorriso e as risadas
Os gritos da criançada

Os pulos ,
Estrela Nova Cela !
O último que chegava

Depois
O jardim cresceu
E a grama coçava
Quem eram os pais
Que não chamavam mais ?
A criança , eu não sabia
Crescia rápido demais...

Hoje ao ver
Não importa se a grama cresceu
Está mais verde ou foi podada
Esmago qualquer inseto
E não procuro nada
Apenas pasto
O tempo saltitante

Como jardim também fui domado






Ritual
Enviado por Ritual em 14/10/2006
Código do texto: T264484
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ritual
São Paulo - São Paulo - Brasil
92 textos (2222 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:14)
Ritual