Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Harmonia da valsa triste

A bela harmonia da valsa triste
Padecia em tons cada vez mais leves
Calmos e inesperados pendiam
Emoções transparentes
Cadências livres

Agitava o corpo densamente sóbrio
E girava em torno do mesmo círculo
Taças de vinho tinto tilintavam
E apressavam-se e precipitavam-se
Em poucos instantes de insanidade

Bailava, soltava a alma
Esquecia que estava de mãos dadas
Entregando a algum êxtase escondido
Bravo, quente e palpitante
Quando o sangue vinha-lhe à face

Os cabelos soltos cobriam o rosto
Em cada giro em cada grito
A alma enchia-se em liberdade serena
Nos mesmos tempos pisava forte
Queria de todo o prazer

Vibrava, os olhos brilhavam
Tremia, seus pelos arrepiavam-se
Cobria de gestos inocentes
Complexos, não significativos
Deixava-se ver pela primeira vez
Doce e paradoxalmente forte como mulher
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 17/10/2006
Código do texto: T266258
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:58)
Lady Sophia