Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confissão

Confissão

Quantas vezes saí pela estrada
Chorando e gritando seu nome.
Saia de nosso ninho bem comida
Mas alguma coisa faltava.
Quanto tempo fiquei até decidir.
Quanto sofri e quantas vezes quis desistir.
Enfim, me acovardei, não lutei, cedi.
O ciúme me aniquilava.
Queria que você reparasse em mim.
Havia amor em você ?
Sei lá, eram tantas as oportunidades,
Dos dois lados, enfim....
Sofri .....
Você sabia que era despedida
quando beijei você e parti.
Então, não mais insisti
em ir a sua casa,
ligar,
conversar na net.
Abri decididamente a concorrência.
E como garante a lei do comércio,
o que você não fizer ela faz.
A lágrima não foi só minha, eu sei.
Nem você nem eu ganhamos.
Valeu a experiência
A não ser que seja arrancada,
saiba que agora vou ficar
dentro de seu peito, bem grudada.

Vera Bayerlein
Vera Bayerlein
Enviado por Vera Bayerlein em 20/10/2006
Código do texto: T268733
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Bayerlein
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 63 anos
49 textos (1384 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:19)
Vera Bayerlein