Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CHAVE DAS DEZOITO HORAS.



   Todas as tardes...
   A fechadura girava,
   Parecia malfadada!
   A solidão... entrava.


   Por que será?-eu pensava,
   Se a festa é de chegada...
   Por que Solidão se infiltrava?
   

   Todas as tardes...
   A fechadura girava,
   Sempre com hora marcada.
   Que solidão! Que emboscada!


   Numa tarde desavisada...
   Na corriqueira rodada,
   A fechadura girada,
   Cansada e ressentida


   Girou a despedida!
   A chave das dezoito horas...
   Finalmente de partida,
   E a solidão...repartida.


   A chave das dezoito horas...



                      SP, 24/10/2006

   
   
   
MAVI
Enviado por MAVI em 24/10/2006
Código do texto: T272071

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
5333 textos (331869 leituras)
987 áudios (86562 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:17)
MAVI