Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apologia a você

Cá, venho eu, desprovido de intuito ou contribuição.
Um taciturno corpo terrestre.
Irrequieto. Mordiscando a periferia de meu órgão labial.
Atravesso a refração ofuscante, num foco, em retardo:
Vejo-te.

Gesto solto. Febre hilariante.
Dá-se o rito, o mito... A variante.
O vendaval do corar adiante.
Indo e vindo, ofegante,
buscando e recusando: desconcertante.

O fim. O início. O vício.
Na brecha de um vacilo intencional forma-se artifício.
A certeza do retorno conforta e causa o sorriso.
Tocar. Olhar. Soltar.
_ vou-me.
Rafael S Valle
Enviado por Rafael S Valle em 07/11/2006
Reeditado em 28/11/2006
Código do texto: T284337
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael S Valle
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
176 textos (5034 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:42)
Rafael S Valle