Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Partilha

o hálito de cristal soprava os ouvidos:

a grama não vestia mais aquele luto abrasivo;
douravam as partículas enquanto sobre as cabeças
as trevas brincavam de se crucificar.
eram duas as horas, e as diversas formas de gritar,
e os caminhos divididos ao andar
eram os pratos, os garfos e as facas do jantar

borrifada, a silhueta infantil agora se confundia em meio às águas:

ele tenta atravessar o céu, numa partilha amolada a esmeril
afastando uma das outras as nuvens e os flocos de neve
mas acredita estar em uma das torres
em uma das vidas e com um dos corações.

a partilha, os dragões.
Augusto Guimarães
Enviado por Augusto Guimarães em 13/11/2006
Reeditado em 16/11/2006
Código do texto: T289823
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Guimarães
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 29 anos
39 textos (2181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:45)
Augusto Guimarães