Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR ANIMAL

Seus olhos esverdeados
Catava nossos movimentos,
Ora apressados, ora lentos
Corpo ereto,  cabeça esguia
Nem um pio, nem um mio

Atenta a nossa chegada
Corria pra o portão
Saudando nossa entrada
Batia seu coração

Demonstrando afeto e carinho
Se aproximava de quem gostava
Roçava seu corpo em nosso corpo
Demonstrando gratidão , deitava-se ali no chão

Ouvia e observava
Entendia, mais não falava
Sentia e não reclamava
Nem um nome próprio tinha
No mínimo para ser chamada

O que fazer agora sem ela!
Esta linda e querida menininha
É só lembrar com saudades
Da minha querida GATINHA



Junho\2006. af
 
FIGUEROA
Enviado por FIGUEROA em 13/11/2006
Código do texto: T290265
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FIGUEROA
Aracaju - Sergipe - Brasil, 76 anos
56 textos (4429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:47)