Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NADA CONSEGUIREI


NADA CONSEGUIREI

                                                  Osni de Assis e Silva

Menina,
como o tempo engana,
passamos céleres por ele.
Foi há muito tempo,
quando
pela primeira vez eu a vi.
Noite linda,
Vozes e alegria!
Naquela noite ficava olhando para você,
desejando você,
abraça-la,
beija-la!
Foi,
também,
uma noite de muita nostalgia!
Pois nada conseguiria,
a não ser olhar
e cobiça-la.

Foram-se os anos.
Hoje eu vi você novamente!
Os desejos são os mesmos,
a noite é linda mas
também,
de muita nostalgia,
porque
nada conseguirei,
nem abraçá-la,
nem acariciá-la,
nem beijá-la;
Mas,
somente, olhar
e desejar!
Karuk
Enviado por Karuk em 18/07/2005
Código do texto: T35419
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Karuk
São João Del Rei - Minas Gerais - Brasil, 76 anos
300 textos (31527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:40)
Karuk