Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALVORADA ROMÃNTICA


Não existe...
A alvorada abrasadora...
Onde nos aprazeiramos!
Sem ambíguo;

O teu corpo enciumava,
O almejo do meu olhar!
Aos seus seios deleitados...

Bem,
eu fora rever!
Com os olhos meus,
Embora abafados sem sonhos...
A areia onde amalucado desvendei!
Os mistérios teus...

Aí, não dá pr’a esquecer...
Não existe! Amor...
Aquele lugar onde
Tu sabes, quão lindo,
O luar resplandecente incitava,
Pra o nosso romance...

Não existe!
Mas aquela alvorada...
Lá onde as minhas mãos!
Ousadas, trilhavam nas tuas deleições,
Místicas...

Não existe!
O amor da alvorada,
Onde o céu acamado de estrelas,
Dizia-me pra te amar...
E jamais amarfanhar o teu cálice...

Somente o ondular da alvorada!
Faz-me recordar...
Da doce paixão gravada,
Nos anais da historia...

Benguela, 10/7/2004-(Praia Morena).
Nkazevy
Enviado por Nkazevy em 23/07/2005
Reeditado em 13/02/2008
Código do texto: T36963
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nkazevy
Benguela - Benguela - Angola, 30 anos
168 textos (11333 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:18)
Nkazevy