Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Loucuras

Loucuras

Loucuras, somente loucuras  tem sido minha vida.
Nessa insana busca de amor e perdão que perdura
Somente a certeza de um futuro permeado de lida
Mas coroado de vitórias conquistadas com bravura

Despi-me de minha arrogância e dos preconceitos.
Desfiz-me do orgulho e adotei a mim a humildade.
Passei ver as coisas boas esquecendo-me dos defeitos.
Vivendo a busca da perfeição chegando à insanidade.

Podes rir de mim, troçar se isso te faz mais satisfeito.
Podes até pensar com ironia que você me fez mudar
Mas engano seu porque eu mesma me fiz desse jeito.
Talvez pensado em você ou talvez  para não me  anular.

Mas, como o rio corre entre as margens intransponíveis.
Obedecendo ao curso das águas que afoita seguem.
Sem deserção apenas em insanas buscas indivisíveis.
De se encontrar com outras águas que ao longe emergem

Agora, o rio mais forte mais caudaloso mais poderoso.
Arrasta em suas águas o que vê pela frente e incansável
Coloca toda sua força a serviço de sua busca  e zeloso
Segue afoito, altaneiro, esquecendo-se do indesejável.

Estou certa que no lugar de anular-me me fiz presente
Ainda digo mais, no lugar das lágrimas coloquei o riso.
De cabeça erguida senti-me  como uma inocente
Superei meus fracassos, tirei as dúvidas, hoje vivo.






Ester Machado Endo
 
 








 


mendo
Enviado por mendo em 28/07/2005
Código do texto: T38444
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
mendo
São Paulo - São Paulo - Brasil
46 textos (2757 leituras)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:33)

Site do Escritor