Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O TEMPO DESENHA SAUDADE

Foi-se o tempo depositando lembranças
No pensamento, ora doces, ora amargas
Deixando aqui e ali, os vestígios da vida passada
Ao lado de alguém que representou amor
Foi-se o tempo, mestre dos artifícios
Desenhou no coração uma dor suave
Recordação sutil de uma face amiga
Era a saudade daquele amor que tive um dia
Foi-se o tempo e com ele a juventude,
A impetuosidade, aquela ânsia de saciar desejos
Mas não levou consigo a capacidade de amar
Foi-se o tempo, mas ficaram as recordações
Ora doces, ora amargas...e muita saudade
Mas a maturidade ensina a aceitar o tempo
E ser feliz, muito feliz!

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 07/08/2005
Código do texto: T40958

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916766 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:04)
Denise Severgnini