Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VENTO

Nadir A D'Onofrio

Ouvindo o vento sibilar
Vem em minha mente a lembrança,
De uma época triste vivida,
O mar bravio, envolto em brumas...

Um  frio cortante, intenso,
Falésias, que eu não via o fim.
Um casarão branco com sótão,
Janelas verdes, uma enorme varanda...

Dim–Dom do carrilhão,
Cadenciado, hipnotizador...
Alienada de tudo,
Só ouço do mar o rumor...

Dia após dia, mês após mês,
Nada muda o lúgubre cenário.
O cérebro já cansando,
Corpo debilitado...

Perdi a noção do tempo!
Sei que agora é verão...
Vejo aves chegando, acasalando!
Novas vidas começando...

Da beira do penhasco,
Avisto a enorme galera...
Coração disparando,
E ele regressando!

Reúno minhas forças,
Corro... para enfeitar-me.
Como fênix, que das cinzas renasceu,
Trajei-me com a roupa que ele deu...

Já não sinto mais cansaço,
É como se os anos, não tivessem passado.
Sou a mesma menina, lépida faceira,
Que outrora à cantar feliz vivia...
.
Mas o pesadelo só havia começado,
Medalhas, insígnias, espada,
Quepe e minha fotografia...
Foi tudo... o que do meu capitão restou!

22/05/2004
Santos SP
Brasil







Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 17/02/2005
Reeditado em 28/04/2011
Código do texto: T4610

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
941 textos (96701 leituras)
145 áudios (12768 audições)
18 e-livros (4283 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:49)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor