Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HIMALAIA

Teto do mundo.
Silencioso.

Flutuantes mistérios
neste ar rarefeito,
puro.

Um mosteiro lá em cima
ou será ilusão?
Imagino monges
orando,
meditando,
procurando chegar
à perfeição.

Eu aqui
em cima da pedra
sinto inveja.
Quero chegar lá,
entrar no milenar mosteiro
descobrir o mistério,
atingir a paz.

Mas não é possível,
não tenho pureza,
nem permissão.

A porta não será aberta.

Os segredos dos lamas
não serão para mim.

Paz não haverá
para quem nunca a concedeu.

O vento da cordilheira
começa a castigar
obrigando-me a descer.

Mas não quero
abandonar esta pedra.
Quero paz...!

O vento
parece dizer:
–Tua paz...
–É a paz dos sepulcros...!

Agosto 25, 1977. Katmandú - Nepal
Páginas da Memória Livro Inédito.
Gabriel Solís
Enviado por Gabriel Solís em 30/08/2005
Reeditado em 20/08/2009
Código do texto: T46147
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gabriel Solís
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 63 anos
90 textos (7055 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:27)
Gabriel Solís