Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Revivendo paixões

Não tem hora
Sequer finais de tarde
Brilhos soturnos
Outorgas amenas
Solidões sem companhia.
Remete sua imagem
Em frente ao passado
Trata à margem da dor
Feridas e alegrias
Sonhos e desilusões.
Me encontra aqui
No assoalho da sala
Na varanda vazia
Que o silêncio irradia
E minha voz se cala.
Me permite procurar
Orando ainda por...
Doce quanto mel
Terno e sedento de calor
Amargo meu fel
É hora de desabrochar
E mais uma vez à vida
Plenamente se entregar.
Vanderlei
Enviado por Vanderlei em 29/09/2005
Código do texto: T54889
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderlei
Espírito Santo do Pinhal - São Paulo - Brasil, 46 anos
83 textos (5353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:37)
Vanderlei