Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BONECA DE PANO

Boneca de pano
Feita de trapo, fiapo
Não importando
A cor do retalho

Boneca de pano
De cabelos coloridos
Lã ou linha, não importa
Sempre será o xodó de uma garotinha

Boneca de pano
Traz saudades, quando criança
Dos seus olhinhos de botão
Traz na lembrança a infância
Guardada em meu coração

Boneca de pano
Que meu pai me deu num natal
Quando as coisas iam mal
E uma de vinil não podia comprar

Boneca de pano
Que saudades!
Lembro meu pai, meio sem graça
Achando que não ia agradar

Ah! pena que aqui não mais estás
Só espero que tenhas percebido
Que melhor presente
Não poderia dar

Boneca de pano
Quanta alegria me deu
Embalou o meu sono na infância dourada
De um mundo que era só meu







maria do carmo alves marques de castro
Enviado por maria do carmo alves marques de castro em 20/09/2007
Código do texto: T660116
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (mcarmo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria do carmo alves marques de castro
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
90 textos (3764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:44)
maria do carmo alves marques de castro