Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMA POESIA

Faço essa última poesia
Embarcando nela os sonhos
Um passado recente envolvente

Nas marcas doces em puro anseio
Onde nos agregaram o saber
Dessa doce paixão alucinante
Quando um emaranhado nos cingiu.

Fugiu meus deleites na sua pele
Sem desilusão saiu assim
Apenas deixando no rastro de uma lua
Cheia do mais puro mel.

Julio Alves Filho
Enviado por Julio Alves Filho em 05/10/2007
Reeditado em 09/10/2007
Código do texto: T682363

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Alves Filho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Alves Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
233 textos (13615 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 01:54)
Julio Alves Filho