Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMAS

NO MEU COTIDIANO
HÁ TEMPO PARA ERRAR E PARA ACERTAR
NÃO ME ARREPENDO POR TE AMAR
LÁGRIMAS, CANSAÇO E SONO
NO BALANÇO DESSE TREM EU ME ANGANO

POETA? NÃO NÃO SOU.
SOU APENAS AMADOR

PENSEI EU QUE ME OLHAVAM
MAS O SONO OS DOMINA NESSE EMBALO

LÁGRIMAS, FAZEM MEU OLHOS ARDEREM
A CABEÇA PESA,
NÃO PARO DE PENSAR EM VOCÊ

ESCURO? NÃO SEI.
MAS SEI QUE ESTÁ FUNDO
NO MEU ROSTO SINTO UMA FRECHA DE LUZ
É O AMOR

MESMO NO OCULTO OU NO ENGANO
NÃO IMPORTA A VERDADE É QUE TE AMO!


08/10/2007  22H....
Amanda Molina
Enviado por Amanda Molina em 11/10/2007
Código do texto: T689873

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Amanda Molina
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
31 textos (3006 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 15:30)
Amanda Molina