Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAMOS BRINCAR DE ESPIÕES!

Se era assunto sério, tratado na sala
Logo se ordenava:-Vá brincar, menino!
Brincar, ninguém, mais, queria
Queríamos participar desta Sociedade
De grandes personas, de uma outra idade
Calavam-se os pequenos, nem um pio, mais, se ouvia!

Queria ser importante, a nossa grei
Infantes querendo saber de altos assuntos
Quem vai se casar... Com quem...Se está grávida...
Alguém morreu, quem é o defunto...De quem...
Quem o vizinho está a paquerar... E a vizinha...
Filho de quem, algo roubou... Foi sem querer...
Querendo! Daquilo, precisava pra comer...

E a gente se esgueirava, para atrás das portas
Lugar bem facinho de se esconder
Se o assunto era engraçado, o lábio mordia
Sorrir não podia, ninguém estava ali...
Então, se abandonava o esconderijo
Voltando à reunião dos espiões-guris
Aonde a gente, agora, muito gargalhava!

Parabéns, Felicidades!


Sobradinho-DF,  11/10/07 - abello



 
abello
Enviado por abello em 11/10/2007
Reeditado em 04/06/2014
Código do texto: T690541
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
abello
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 75 anos
937 textos (65605 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:50)
abello