Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMENAGEM AO MEU PAI

Marcos Barbosa

Sou apenas um poeta
Não creio em psicografias,
mas de repente tenho dúvidas
se meu pai não resolveu
ditar-me uma poesia.
 
Papai, que faleceu
no dia 08 de Novembro
eu nunca esqueço, me lembro
do poema que ele aprendeu.
 
Em sua homenagem publico
a poesia que recitava
aos filhos como um conselho
em poema  como espelho.
 
É a seguinte a poesia
de um poeta
que meu pai não lembra o nome:
I
Moços que vais pela vida
sem direção definida
de um triste ocaso ao sabor
qual nau em mar sempre forte
desarvorada sem norte
das turvas água à flor
II
Não sabes que a vida é breve
e a humana existência leve
por isto que se desfaz?
Não sabes que fatalmente
has de dormir finalmente
sob os desvões sepulcraes?
III
Teus dias estão contados
e no infinito gravados
com letras que eterna são
a hora da sua partida
é coisa desconhecida
porém não é ilusão
IV
um dia que não sabemos
no meio dos crisântemos
dos teus sorrisos festais
teus passos serão cortados
e nos teus olhos parados
não há de luz brilhar mais.
V
Então descerás sozinho
pelo escabroso caminho
da sepultura que é o pó
e teu espírito voando
a Deus irá regressando
pois ele que viu e só.
VI
No entanto é mister que agora
preveja a luz da aurora
que os justos hão de gozar.
Traces prudentemente
a linha reta e fulgente
em que precisas de andar.
VII
Não deixe para mais tarde
a mocidade é um alarde
é um grito que se desfaz
depois, em segundo plano
é claro evidente o engano
e tarde será demais.
VIII
despreza o mundo enganoso
e ampara-te pressuroso
nos braços de quem te criou
pois que num abrir de olhos
a vida se enche de escolhos
e a mocidade passou.

VG27/02/1985

                           PASSANDO O CHAPÉU:


Agência 01616
Banco 232 - Bradesco
Conta corrente 0674315-3
Favorecido: Marcos Aurélio Barbosa da Silveira

Agradecemos todas a contribuições depositadas no "chapéu" que foi substituido pela conta bancária acima.

ANTIGAMENTE HAVIA UM MÉTODO SIMPLES DE FINANCIAMENTO POPULAR DA ARTE, PASSANDO O CHAPÉU. ARTISTAS, POETAS E ATÉ ALGUNS ESCRITORES, APÓS A APRESENTAÇÃO DE SUA PRODUÇÃO LITERÁRIA OU ARTÍSTICA PASSAVAM O CHAPÉU PARA OS OUVINTES, QUE OFERTAVAM A SUA CONTRIBUIÇÃO  EM PRAÇA PÚBLICA E ATÉ EM FESTAS PARTICULARES.
OS TEMPOS MUDARAM E OS COSTUMES SÃO OUTROS... ENTÃO ESTAMOS TENTANDO ARRECADAR A CONSTRIBUIÇÃO DOS LEITORES QUE GOSTAM DE NOSSOS TEXTOS PARA POSSIBILITAR A  PUBLICAÇÃO DE NOSSOS LIVROS NA VERSÃO IMPRESSA.
SABE-SE QUE LIVRO NÃO DÁ LUCRO PARA ESCRITOR INICIANTE, MAS MESMO ASSIM O NOSSO SONHO DE CRIAR UMA FUNDAÇÃO E DEIXAR UM PEQUENO LEGADO CULTURAL PARA AS GERAÇÕES FUTURAS NÃO ACABOU. UM PROJETO QUE PRETENDEMOS FINANCIAR É A PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE UM JORNAL DE CONTEÚDO EDUCATIVO/ CULTURAL NAS  ESCOLAS PÚBLICAS.

 
         AJUDE A PATROCINAR NOSSOS LIVROS IMPRESSOS

     O escritor e jornalista Marcos Barbosa vai a publicar outros livros no formato tradicional, versão impressa e continuar a coleção UNI-VERSO E PROSA DE MARCOS BARBOSA.
         Com quase trinta mil leitores no Recanto das Letras, criou coragem e lançou a campanha PASSANDO O CHAPÉU.
     Os três livros de bolso, foram vendidos inicialmente nas bancas centrais de Brasília e em algumas  bancas de revistas das capitais do país, a R$ 5,00 apenas, para atingir também aos trabalhadores de baixa renda.
     Os contos publicados pela editora Ícone de Brasília são: A MORTE DO SOL E O BURACO NEGRO; O Herói de "Mensagem a Garcia" e um livreto de poesias SAGA DA HUMANIDADE, todos  já lidos por muitos "freqüentadores" do RECANTO DAS LETRAS.
     O objetivo é desenvolver uma estratégia de marketing para escapar da alta roda dos intelectuais e atingir aqueles que mais precisam de leitura, o homem comum, do povo.

Dom Marcos Barbosa II
Enviado por Dom Marcos Barbosa II em 21/10/2007
Reeditado em 30/03/2013
Código do texto: T703568
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ( Autorizamos a publicação citando o autor e a fonte: Marcos Barbosa - www.recantodasletras.com.br/autores/marcosbarbosa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dom Marcos Barbosa II
Águas Lindas de Goiás - Goiás - Brasil, 60 anos
220 textos (35966 leituras)
11 e-livros (657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:39)
Dom Marcos Barbosa II