Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Febre Noturna

Garotas vestidas de tafetá jogam os cabelos no ar
E rodam seus vestidos ao redor do halo lunar
Rapazes da minha rua e aristocratas quase eleitos
Concorrem comigo na barra do lusco-fusco perfeito
E carros e motos envenenam-se no meio da madrugada
De sorvetes e chicletes de tutti-frutti e balas de hortelã
Enquanto tento encontrar um olhar desencontrado
Em meio a efeitos estroboscópicos e pecados de maçã
Entre taças de champagne erguidas na pista de dança
Uma beldade acesa pelo brilho das lâmpadas de luz negra
Diz que ser jovem é viver à beira de um precipício
E entre nostalgias e riscos, isso que é o grande barato!
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 25/10/2007
Código do texto: T709020
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:16)