Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENINO FEIOSO

Já bem crescido, na adolescência incerta...
Corria o menino, nem mesmo corria
Andava com algum amigo e seu cachorro...
Às vezes solitário, a cumprir mandados
E o pai a berrar: - volta logo seu mondrongo!

Menino feio, de pernas compridas
De braços, também, muito alongados
A boca, grande, um nariz disforme
Magro demais pra servir à Pátria Brasileira
Que só ganha dos demais nos conhecimentos!

Passou o tempo, carrega ele, ainda, essa bagagem
Parte dela; nem mágoas, nem muito boas recordações
A vida ensina que se pode caminhar sozinho...
Andar com muita gente, nem sempre ajuda...
É melhor andar só, com um punhado de gente ao lado
O menino que era feio, quando pequeno
E outro tanto charmoso
Cresceu, ficou bem grande...!

Sobradinho-DF,                        03/11/07


 
 

abello
Enviado por abello em 11/11/2007
Reeditado em 11/11/2007
Código do texto: T732251
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
abello
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 75 anos
937 textos (65925 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:08)
abello