Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Outrora

Outrora tua força me oprimia esmagava
Hoje decaído humilhado
Deprime-me vê-lo neste estado
A tristeza aos poucos te devora
Nunca fui feliz, nem serei agora

Árvore frondosa e poderosa
A tua sombra todos esmagava
Agora corroída pelo tempo
Os galhos despencaram
Os frutos não mais nasceram
As raízes foram mutiladas

É um simples galho seco
Levado pelo vento
A rolar pelas estradas
Maria Socorro Costa
Enviado por Maria Socorro Costa em 17/11/2007
Código do texto: T740745
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Socorro Costa
Fortaleza - Ceará - Brasil
570 textos (21568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 02:08)
Maria Socorro Costa