Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO VERSO PARA UM POEMA

Sentados à mesa nua
Tínhamos aberto um livro
Mas a lágrima não deixava
Os olhos verem as letras.

Segurávamos as mãos,
No mais profundo silêncio.
Quanto tempo?
Nunca pude saber.

Só sei que se ouvia
As notas descompassadas
De corações querendo explodir.
Ressequidas estavam as bocas

Pela ausência de palavras,
Chegando estava a hora
Da dissolução da tertúlia
Por cinco anos sentada

Nos bancos da universidade,
Onde ficou gravada a história
De almas que se encontraram,
Sendo cada uma um verso

Na composição do poema,
Escrito com caracteres de fogo,
Para ser guardado eternamente
Na biblioteca da lembrança.

25/02/05.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 23/03/2005
Código do texto: T7455

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343129 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:57)
Maria Hilda de Jesus Alão