Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EMBRIAGUEZ NA LOUCURA DO AMOR

Ah! Quantas noites eu amanheci nos cabarés a procura de ti
Nos braços de outra que não era meu bem
Ah! Quantas doses bebi, quantas dores senti.
Caí nas calçadas balbuciando teu nome a procura de alguém

Boca amarga, saliva solta, língua enrolada,
Palavras mal pronunciadas, sem nexo, sem sentido.
Só palavras
E não sei o porquê ou tu me enfeitiçaste?

Sem este amor vivo no abandono
Entalado, enroscado, incrustado, sufocado,
E dá-me o direito de dizer que fui teu dono
Amor que renasce com ardor em meu peito apertado

Chorei acovardado e muito quis morrer
Como morreram os poetas, os amantes, na loucura do amor.
Hoje sinto tua ausência, nossa música me faz sofrer,
Meu consolo é o carinho do nosso filho, resultado do que ficou.
Josa Pinheiro
Enviado por Josa Pinheiro em 25/11/2007
Reeditado em 26/11/2007
Código do texto: T751818

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josa Pinheiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
162 textos (11331 leituras)
1 e-livros (522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:29)
Josa Pinheiro