Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" infância"

E hoje acordei com saudades,
do tempo em que eu era criança,
do tempo em que corria atrás de pipa, jogava bola,
Apanhava na escola. . .
Chorando chegava buscando ajuda,a roupa suja. . .
E minha mãe, não chora, já já melhora.
E eu me acalmava tomando mate, mas logo chorava. . .
Lá vinha ela com mertiolate !
e eu pedia, mamãe assopra !
E ela dizia, sempre falava,
Quando você casar meu filho, sara.
Coisa boa brincar na rua,
corria solto despreocupado,
Mas de repente ouvia um grito,
Vem tomar banho moleque danado !
Tudo virava brinquedo com a minha imaginação,
quantos carros eu tive rodando pneu com a mão,
Ou voei pelos ares com as bolinhas de sabão,
Mas o tempo passou e somente a saudade ficou,
De minha mãe uma só mágoa, pois ela me enganou,
a dor da saudade insiste,
E já me casei duas vezes,
Mas ainda não sarou, . . .
beto poeta
Enviado por beto poeta em 02/12/2007
Código do texto: T761680

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de José Roberto dos Santos silva e o e- mail pegasus_gja@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
beto poeta
Guarujá - São Paulo - Brasil, 48 anos
49 textos (4036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:17)
beto poeta