Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXEI DE SER MENINO




Enquanto eu via o menino arredio
passar cabisbaixo de  forma sorrateira,
lembrei-me de fatos de uma vida inteira.

Fiz-me menino, tentando entender
aquela forma de viver e proceder e,
com isto, o tempo eu fiz retroceder.

Quando criança, mesmo sem nada saber,
apenas eu via o que me mandavam ver,
e eu ouvia mas  sem poder entender.

E tudo aquilo que  já ouvira falar,
colocava-me arredio no  meu canto,
impedia-me de pensar ou de opinar.

E a criança  que, de tanto se esquivar,
ia apenas prosseguindo seu caminho
e com o tempo  não passava de menino.

Mas um dia quando a vida exigiu,
o menino aceitou todo seu desafio
e, crescendo,como homem evoluiu.




VEM.  20/05/05-









Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 30/11/2005
Reeditado em 09/04/2009
Código do texto: T78921
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110804 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:38)
Vanderleis Maia