Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estação dos amantes

Que chegue a primavera, estação dos amantes, que cessem as tempestades e cantem os passarinhos em uma sinfonia, para alegrar suas manhãs; que se abram as flores para dar-lhes as boas-vindas, que os amantes se entreguem em doces contemplações da vida.

Que os passarinhos, em suaves circunvoluções, desenhem no céu as mais lindas coreografias, que apenas eles sabem fazer; que na manhã, com o desabrochar das flores ao receber os raios do sol, meu pensamento se abra para receber as doces lembranças do seu rosto, que tanto me fascina, iluminando-o com o esplendor de mil sóis.

Que chegue o inverno, e nele me encontre em seus braços aquecendo-me, sentindo no rosto aconchegado ao seu, sua respiração a enrubescer-me a face; nas noites frias, que sejamos aquecidos mutuamente.

É tempo de ficarmos em casa, assistirmos a filmes, rirmos muito dos fatos que tornaremos engraçados, através da alegria que nos contagia.

Que chegue o outono, um tempo para avaliarmos nosso relacionamento, de nos entregarmos sem reservas, sem preconceitos. É o tempo das descobertas, das horas de passeio nos parques da cidade, de ida a shows e eventos culturais.

Que chegue o verão, aquela ilha deserta nos espera, onde a natureza nos brindará com seus encantos, parabenizando-nos por nosso amor. Nos libertaremos do calor em águas cristalinas, passearemos em praias desertas, deitando-nos na areia, esperando que o sol nos bronzeie.

Minha mão, que tantas vezes percorreu seu corpo, desta vez, deslizará suavemente por suas costas, para espalhar o bronzeador; suas coxas roliças nada mais são do que a próxima etapa de minhas mãos carinhosas a friccioná-las delicadamente.

E depois de muitas estações, a vida nos brindará com muitos filhos e netos, em festas e reuniões familiares, onde somos o exemplo de amor perfeito.
Juraci Rocha
Enviado por Juraci Rocha em 23/12/2005
Código do texto: T89942

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Juraci Rocha Silva). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Juraci Rocha
São Paulo - São Paulo - Brasil
342 textos (131989 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:19)
Juraci Rocha