Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sertão amargurado...

Moço, quero prosar, parar e pensar,
Um dia nasci e cresci num lugar,
Quando não muito velho decidi me mudar,
Mas agora a saudade me machuca sem parar...

Era terra castigada, sem chuva e sem sabor,
O chão era marcado cheio de espinhos e não flor,
Os sonhos se apagavam junto com a nossa dor,
Mas isso não acaba com nossa fé e amor...

Mas então chegou a hora, tudo mudou,
Vim pra cá na cidade, ver se minha vida melhorou,
Dei de cara com essa gente que a mim esnobou,
Lembrei do meu povo que sempre me amou...

Agora me divido, onde a seca permanece tenho felicidade,
Onde há oportunidade, só encontro a saudade,
Bem aqui neste mundinho, pergunto ao senhor...
O que faria, se você, me responda por favor...

-Olha meu pobre homem, riqueza nenhuma se revela,
Volte pra sua terra, prante o amor e a esperança,
Lá é terra seca, chão castigado,
Mas nasce o amor plantado,
Aqui terra tão fertil, trabalho ganhado,
Não se acha o sorriso tão sonhado...
Daiane Rodrigues
Enviado por Daiane Rodrigues em 27/12/2005
Código do texto: T90994

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos (criação): Daiane Rodrigues. - Não é permitido usar esta obra para qualquer fim sem a permição da autora.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane Rodrigues
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 27 anos
392 textos (25458 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:22)
Daiane Rodrigues