Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCONDERIJO

A infância está aprisionada nos jardins,
onde madressilvas e dálias
andavam de mãos dadas;
nos pomares de figos, pessegueiros e uvas,
e na várzea da margem do rio
quando a primavera sorria verdes.

A infância aprisionada está
nos folguedos de São João.
— Pega ladrão! Tom Mix! Shazam!

Seria bom gritar
— Mandrake!
E ver surgirem do chão os companheiros,
um a um, enfileirados Sete Anões.

E a vida, Branca de Neve,
com vara de condão,
ressurgindo plena num rolo de fumo,
boca da velha Maria-Fumaça,

nunca mais voltando...

– Do livreto O EU APRISIONADO. Porto Alegre: EditorArt - RB Editor, 1986, 28 p.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasrecordativas/96784
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 10/01/2006
Reeditado em 03/06/2009
Código do texto: T96784
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:39)
Joaquim Moncks