Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vírus

Existe um vírus, que está causando terror na população
Este é um fato comprovado, um problema grave.

Lutar pelos insanos, manter a desordem
Sem escolher o caminho para a ordem.

Aumentando de proporção ele varre todas as casas
O único local seguro agora são os esgotos
Vivendo como porcos, canibalismo é o tema
Para todos os loucos que corroeram o profundo sistema.

Lutar pelos insanos, manter a desordem
Sem escolher o caminho para a ordem.

Cavando suas covas, tentam se enterrar
Para não ter que respirar o vírus que já está para chegar
Agora à maioria das cidades já podem ver a cara da morte
Dos esgotos escutam o som, pessoas se rendendo ao invisível.

Agora se tem tudo e não se tem nada, tudo contaminado
Nunca mais verá a luz do sol, apenas o que restam são luzes
Luzes artificiais que a cada dia perdem mais força
Diante dos olhos esbugalhados da população.

Luz, um dia vou lhe ver!
Luz, um dia vou lhe visitar!

Hoje o mundo é úmido e molhado
Isolado pelo destino profundo.

Nosso filhos, nosso netos, todos contaminados
A ilusão de uma vida passada por gerações
Crescendo nos esgotos, vivendo junto aos ratos
Nosso alimento é esperar sua morte.

Luz, um dia vou lhe ver!
Luz, um dia vou lhe visitar!

Os ricos tem muitos privilégios, coisas para reis
Vivendo em cápsulas, quase como se fossem mini cidades
Comendo as melhores verduras, os melhores legumes
E sempre selecionando suas melhores peças de carne.

Nossos filhos foram feitos para servirem de alimento!
Nossos filhos foram feitos para servirem de alimento!

A humanidade nunca poderá se salvar
Se os grandes não ajudarem os que precisam
Um dia isto acontecerá, a invasão as cápsulas
Mesmo que seja para morrer, pois o vírus não perdoará

Nossos filhos foram feitos para servirem de alimento!
Nossos filhos foram feitos para servirem de alimento!

Se quase nada sobrou, pelo menos temos algo a conquistar
A vida nas cápsulas, revolução dos fracos
Por ela sempre vamos estar a lutar.

Lutar pelos insanos, manter de desordem
Sem escolher o caminho para a ordem
E por toda vida estaremos a lutar !!!

Rafael Jank
Enviado por Rafael Jank em 21/01/2006
Reeditado em 21/01/2006
Código do texto: T101730

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Jank
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
328 textos (10273 leituras)
3 áudios (83 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:48)
Rafael Jank