Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Última Tormenta

Na noite triste e sombria
A chuva pela janela caia
Pensamentos estranhos em suas mente lhe vinham
Sem saber quando iría acabar.

Ao focarem o longe horizonte
Tão distante e misterioso
Inimaginavel e grandioso
Que parece suas visões nunca alcançar.

No temporal impiedoso
Na embarcação lagrimas escorriam
Nos rostos dos moços
Daquela pequena tripulação

Era a tormenta vindo a sua direção
Arrastando tudo o que via
Com gigantes ondas mantinha
Toda a sensação de um mal sinal.
Rafael Jank
Enviado por Rafael Jank em 21/01/2006
Reeditado em 09/06/2006
Código do texto: T101742

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Jank
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
328 textos (10273 leituras)
3 áudios (83 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:23)
Rafael Jank