Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada além

Nada além


Essa minha incapacidade de livrar-me
Dessa ansiedade que não pára nem um segundo.
Meus versos choram e de joelhos imploram
Um punhado de qualquer que seja de alegria.


Vão nessa, meus versos! Darei á vós uma trela.
Recebam minhas historias e todos os meus direitos,
 Façam deles um teatro.
Por favor, não vá esquecer de construir mais de uma saída.

Assim talvez eu chegue perto
Do fim da minha dor ou
Encontrasse a mestra que rege a felicidade.


Nada além é maior que meu desejo d encontrar
Quem á muito não vejo.
Pelas horas próximas posso supor que meu torpor
Confine qualquer magoa da falsa felicidade.

Meus versos agora festejam como criança travessa.
O publico aplaude as apresentações.
Esbarrei com o conto e meio sem querer ri dos passos
De tango da prosa, ela vestida de amor, convidou á todos
Da redação que dançasse com ela.

A festa seguia como se o tempo não fosse passar.
Quanto à bebida, todos bebiam á vontade, nenhum dos líquidos
Continha álcool, apenas alegria.




Jane Krist Coffee


Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 24/02/2006
Código do texto: T115741

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67733 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:00)
Jane Krist Coffee