Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS DUAS METADES GEOGRÁFICAS



Elas não se conhecem
Pois suas faces contrárias
Estão em lados opostos
Mas se amam plenamente
Mesmo que um seja semelhante
E o outro – apenas aparente.

Se uma é baía isolada
O outro – a península
(Ou a restinga gigante)
Que se separou da amada
Como continente perdido

Se uma é a lua minguante
O outro é o quarto crescente
Que se separam pela face escura
E se encontram pelo lado amante

Se uma é ilha perdida
O outro, o oceano inteiro
Que envolve sua parceira
Por todos os lados da praia
Para que nenhum continente
Se encante com suas curvas de areia
E lhe toque o litoral sensual

E se junte a ela
Como duas porções de terra
Unidas por um recife de pedra
E separados - por um mar ciumento.
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Enviado por Pedro Ernesto Prosa e Verso em 30/04/2006
Código do texto: T147776
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Fortaleza - Ceará - Brasil
439 textos (8782 leituras)
1 e-livros (6 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:47)
Pedro Ernesto Prosa e Verso

Site do Escritor