Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apagando a memória







As partículas de sonho são os restos de uma amarga ilusão.

As partículas do que eu não tenho são as provas dos erros de uma vida que meu medo sufocou deixando apenas lagrimas e dor.

As partículas escorrendo em minha veia queimam e sangram derrubando os castelos de vento que se juntam as massas de ar.

As partículas perdidas são evidencias os barcos não vão retornaram ao porto. O porto auto se destruiu, e o azul do céu não quer estar sobre ele.

As partículas meus amigos, entreguem a quem der mais, pois a vida é curta e não  aceita desculpas.

As partículas sem definição são os cacos da vida. Escute ela respira lenta e sem compasso no meio das flores murchas que nem respiram e riem sem saber que as horas se esgotam.


As partículas eu sei findam no inicio da minha tristeza.

As partículas têm o antídoto pra salvar minhas memórias apagando no corredor do cansaço toda minha história.




(O inicio da vida é saber pensar e ter certeza que vale a pena sonhar. É buscar algo e ter convicção que a sua hora vai chegar.) Jane







Jane Krist Coffee




Ao som de Nina Simone.  Uma voz que é seu próprio instrumento
( Ne me quitte pas)



Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 25/05/2006
Reeditado em 03/12/2010
Código do texto: T162709

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67759 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:23)
Jane Krist Coffee