Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Cosmo

Num ímpeto caos de amor,
Afogo-me em tuas palavras,
Evanesço com o nada,
Me torno um todo,
Um todo de mãos vazias

Escuto, escuto,
Isso cada vez me da vontade de gritar,
Faz afogar-me em colônia,
Faz, faz, só faz e nada faz...

A dama me chama
Para escutar tua ópera
Para amar tua voz
Teu dom
Minha inveja

Tua voz,
Aquilo que me queima
Aquilo que me faz transpirar
Oh doce borboleta
Me queime com teu pólen

Escutar, amar, fazer...
Meu corpo tua chama
Flutuando em teus astros
Embebida por vosso sêmen
Não, não me largue...
...

Vá, eu to aqui.
O aqui que tu não queres
O teu querer é meu amar
Que já não se torna possível
Pois só se ama um outro
Você, já é eu...
Renan Reis
Enviado por Renan Reis em 27/05/2006
Código do texto: T164297
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renan Reis
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
24 textos (60156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:54)
Renan Reis