Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Discriminação surreal...




                  Sinto ou pressinto a discriminação?
                  Não sei pergunte ao meu Ego..
                  Talvez eu seja surreal..
                  Talvez eu seja fatal...

                  Poeta atrevida, ou de coração?
                  Não sei pergunte ao meu id.
                  Mulher cidadã, bom astral..
                  Ou filósofa  paradoxal...

                  Seria eu...alguém de visão?
                  Nâo sei pergunte ao meu superego...
                  Me escondo das trevas do mal..
                  e percebo a segregação visceral...

                  O que corre no meu sangue em vão?
                  Pergunte ao DEus Pai que me assiste.
                  Eu falo daquilo que existe...
                  e escrevo aquilo que é são..
Valéria Guerra
Enviado por Valéria Guerra em 31/05/2006
Código do texto: T166364
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Valéria Guerra
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3333 textos (113118 leituras)
195 áudios (9275 audições)
3 e-livros (169 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/03/17 11:29)
Valéria Guerra