Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCARA DE DECÚBITO

ESCARA DE DECÚBITO

Ainda prefiro enlouquecer a passar meus olhos na estrada e ver apenas esterco, prefiro muito mais ensandecer a fingir ser bonzinho, prefiro mil vezes entristecer e não viver, a definhar de dor e de amargura, sim, pois a tristeza é menos que a dor, que te parte e te consome, e te destrói até o último fio de cabelo, a dor é a tristeza triplicada, podendo ou não sangrar, a dor é como uma escara de decúbito, que te mancha e te apodrece mesmo ao leito, sem ao menos deixar-te levantar, é um zumbido, é um fino e um infinito, é pior que a amargura, que somente é amarga e dura, e ainda assim chega a ser pior que a morte, que é o fim da vida, pois se a morte te tira o lampejo, a dor estica o sofrimento e sem dó nem piedade te interna.
A Dooooooooooooooooooor... !
A S Siqueira
Enviado por A S Siqueira em 11/06/2006
Código do texto: T173769

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
A S Siqueira
Recife - Pernambuco - Brasil
70 textos (2381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:25)
A S Siqueira