Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lapidação própria.




As escrituras têm que partir
Para fazer parte do nascimento
Os olhos lêem os sagrados
Que no coração assume o cais.

Ver-te na perfeição
Usaste com poder
As palavras que moldam
É brilho, real prazer.

Talvez, talvez
Arcar-se, a culpa, talvez
Mas, em cada  “postocorpo”
Há presença do espírito santo.

Um fiel acima de tudo
Passa na balança da justiça
Vai e volta enquanto necessário for
Trazendo para si próprio, a lição do amor.

Indulto para mostrar...
Ao seu próximo, criar, criar, criar
Vestido de verdade
Por Deus é mensageiro.

Deus contempla os seus filhos
A morada eterna é...
Tenha vida para receber
O amor só você sabe ser...
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 20/06/2006
Código do texto: T179364
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26292 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:34)
Condor Azul