Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUTIRÃO


No Mutirão Medonho,
eu descubro a
realidade
do meu sonho.
É que quando a rima
não desacata
o espetáculo vivo,
não há cisma,
há perigo.

Perigo,
de se perceber o que é vivo,
e esquecer o que é belo...
o que é singelo,
poético e
admiravelmente completo!

Eu vivo para desacatar a rima
e não ter cisma...
Eu vivo, porque, para viver a vida
intensamente,
não basta ter só vontade:
Há que se ter carisma.
Há que enfrentar chuvas
e tempestades.
Há que saltar sobre abismos
amparado por verdades.

Sou um eu tristonho,
quando não encontro no meu sonho,
a realidade triste da cidade
do meu íntimo “Mutirão Medonho”.



AVIENLYW - (07/04/1969)

WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 26/06/2006
Código do texto: T182920
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILDON LOPES
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
269 textos (14457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:10)
WILDON LOPES

Site do Escritor