Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
 Poeta do porvir

 Perplexidade.
 Periocidade.
 Provação.
 Pinceladas do acaso.
 Permissão de nosso amor
  PARADA OBRIGATÓRIA.
 pivilégio de poucos
 PATENTE de muitos,
 procura de todos.
 Porta-voz
 de sonhos, do amor.
 Poeta do porvir.
 profeta das palavras.
 Projetor de somhos...
 prolifera o bem.
 pratica a palavra
  impulsiona a criação
 Perpetua a poética.
 Pára, apara. apura, opera
     a idéia.
 Afaga, aflora, arruama
           a palavra.
 Assim, acende, ascende,aciona, acontece
           o poema.
 Sentinela do amor.
 
 
COSMO
Enviado por COSMO em 25/07/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T201396

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
COSMO
Iguaba Grande - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (14861 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:21)
COSMO