Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Santuário Menino

Seu corpo leveza,
              levedo.
                  Que leve!
Leve dor
    leve!

Não sei se a impureza
    travestida de beleza
        no plano das idéias,
             idos,
              éias...
              ... sol!!!...

Sob nuvens de silêncios e
    céus de olhares
        representa a verdadeira beleza
            revolta e futuresca
               advinda dos mares.

Névoas estelares,
   vidas costelares,
       retalhos de asteróides!
Comportamentos que se opõem ao cotidiano dos humanóides.

Esse sentimento,
         sensação,
             tato de ar e
                 olfato de pensamento,
apresentam-te a mim com tapete vermelho,
                           olhares azuis,
                               sentimentos nus!

Santuário Menino que toca a alma transformando as relações cotidianas a partir do momento que muda o campo de visão, a linha de foco. Um ver de telescópio com zum no olhar,
                                           sentir,
                                       tocar,
                                   fluir,
                               fluir-se
                           Santuário Menino!
                       Sonho divino!
                   força,
               emoção qual viagem de Platão
           idéias,
       idéias,
   idéias.

És tão divino que não desejo o teu corpo,
                      não sonho tua pele,
                          não toco tua boca.

O teu corpo eu imaculo!
    Tua pele eu sinto!
        Tua boca flutuo!

Os meus toques te envolvem com a fluidez de um rio,
                           com a inconstância das horas,
                           com a energia do agora,
                           com a grandeza do hoje,
                           com a distância do amanhã.

Sempre lá,
    sempre amanhã.
        Certo,
            exato,
                inquetionável mas...
                    sempre amanhã.
               


Simone Carneiro
Enviado por Simone Carneiro em 30/07/2006
Código do texto: T205280

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Simone Carneiro
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
161 textos (8349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:28)
Simone Carneiro